sexta-feira, 13 de março de 2009

Givanildo de Oliveira é o mais cotado para ocupar o lugar de Tita

Tita não é mais o treinador do América. Depois de três vitórias, um empate e duas derrotas, sendo a última uma expressiva goleada por 4 a 1, contra o Potyguar/CN, em pleno Machadão, Tita acabou demitido, e o presidente do Alvirrubro, José Rocha, anunciou o auxiliar técnico Vereador como novo comandante do time. O técnico Givanildo Oliveira é um dos mais cotados para assumir o cargo. Ontem à tarde, dirigentes se reuniram com os jogadores para cobrar mais empenho nos próximos jogos.

Segundo o diretor de futebol do América, Marcus Meira Pires, o encontro teve única e exclusivamente os objetivos de motivar o grupo e passar o comando técnico do time para Vereador. Porém, conselheiros ligados ao clube garantiram que o presidente e diretores já estão em busca de novos nomes para assumir em definitivo o cargo de treinador.

Pelo menos seis nomes circulam com destaque dentro dos bastidores. Givanildo Oliveira, que já esteve no América, está perto de um acerto. Um nome que tem a aprovação dos dirigentes é o de Ruy Scarpino, responsável pela permanência do América na Série B. Ele deixou recentemente o Linense, que disputa a Série A-2 do Campeonato Paulista. O alagoano Roberval Davino é outro cotado. Ele esteve recentemente no comando do América, em 2006, além do rival ABC. O campeão da Copa do Nordeste no comando alvirrubro, Arturzinho também está na relação.

Lula Pereira, que já treinou o Flamengo/RJ e que tem várias passagens pelo Ceará, e Roberto Fernandes ex-Náutico, são nomes que ainda figuram na lista. Um profissional procurado pelo América foi Vagner Benazzi, mas pediu um salário de R$80.000,00, sem direito a contra-proposta.

Dispensas

A próxima partida do América no campeonato, domingo, contra o Baraúnas, em Mossoró, pode ser considerada decisiva para o futuro de alguns jogadores do plantel.

Segundo Marcus Meira, ainda não existe intenção de lista de dispensas, mas no decorrer dos próximos jogos, a possibilidade é real. “Conversamos com os atletas e cobramos mais empenho. Os salários estão em dia, e tudo o que foi imposto por eles, estamos atendendo. Vamos aguardar as próximas rodadas para tomar alguma decisão mais radical”, disse. No entanto, no final da tarde era dada como certa a contratação do meia Sandro Hiroshi.

Judas reprova cartão vermelho levado por Simão

O presidente do ABC, Judas Tadeu, enalteceu a evolução técnica e tática do time após a vitória diante do ASSU, na casa do adversário, na noite de quarta-feira, porém reprovou a nova expulsão do ala-direito Simão. Segundo Judas, trata-se de um jogador indicado pelo treinador Heriberto da Cunha, de alto custo e que tem sido uma peça importante no esquema do time alvinegro.

Judas Tadeu, que chega hoje a Natal após resolver assuntos particulares em Recife, disse que irá se reunir com Heriberto da Cunha e com o próprio Simão, visando cobrar “mais calma” do jogador. “Simão é um jogador caro, que tem feito boas atuações nas últimas partidas, mas não pode ficar sendo expulso num intervalo tão pequeno de jogos. Precisamos dele para a ala-direita”, disse. Mas o presidente abecedista descartou, inicialmente, uma penalização financeira ao atleta.

Para o lugar de Simão, Heriberto da Cunha tem a opção de improvisar o volante Élton na ala ou promover a estreia do jovem Paulinho, de 17 anos, O jogador justificou a expulsão, alegando que o primeiro cartão amarelo seria para Marquinhos Mossoró, mas o árbitro da partida, João Alberto Gomes Duarte, aplicou equivocadamente para ele.

FONTE - www.tribunadonorte.com.br

Nenhum comentário:

Rádio ao Vivo Clique no PLAY