quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Centrais do Cidadão agonizam

Queremos oferecer à população um serviço de excelência nas Centrais do Cidadão". A frase foi dita pelo atual titular da secretaria de Estado da Justiça e Cidadania (Sejuc), Fábio Hollanda, durante a cerimônia de posse no cargo no dia 12 do mês passado. O desejo do secretário ainda não virou realidade. Pelo contrário. O atendimento nas unidades da capital do Estado está precário e alguns serviços estão suspensos. Funcionários estão sem receber gratificações e uma das unidades, a do Praia Shopping, está fechada há nove meses. A Sejuc promete a reinauguração em abril e anunciou que irá reformar as demais unidades.



O cenário é parecido nas quatro Centrais em funcionamento na capital. Salas superlotadas, poucos funcionários atrás dos balcões e pessoas esperando atendimento em pé. O desconforto é nítido na expressão facial tanto de funcionários como dos cidadãos. A espera para resolver algum problema pode demorar o dia todo. Ontem de manhã, na Central do Cidadão localizada no Via Direta, a mais antiga, centenas de pessoas aguardavam sua vez. A maioria buscava atendimento no guichê do Departamento Estadual de Trânsito (Detran/RN).

Segundo o gerente do local, Auricélio Marques, o problema acontece por causa do fechamento da unidade do Praia Shopping. "Antes, recebíamos no máximo duas mil pessoas por dia. Depois que a unidade do Praia Shopping fechou, esse número dobrou e a quantidade de funcionários e nosso espaço continuou o mesmo", relatou. Auricélio informou ainda que a demora maior é para a realização de psicotestes. Ontem, só havia vaga para o dia 23 de março. A situação irrita quem necessita do serviço. É o caso da farmacêutica Kátia Cabral. Ela tentava renovar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) mas, devido à falta de vaga para realizar de exames, terá que voltar outro dia. "Essa é a segunda vez que venho aqui. Pelo jeito, terei que voltar mais umas duas vezes. A gente perde muito tempo com essa situação", disse.

De acordo com Auricélio, apenas dois médicos realizam 150 exames oculares por dia. Além da falta de profissionais e a alta demanda, o sistema de dados do Detran/RN é instável e as "quedas do sistema" são frequentes. "É bem inconstante esse sistema. Não temos culpa, mas é normal que o sistema caia", disse Auricélio. A reportagem procurou representantes do Detran/RN para comentarem o assunto, mas ninguém atendeu as ligações.

Na Central do Cidadão do Alecrim, mais problemas. Estes são visíveis antes mesmo do natalense entrar no prédio localizado na avenida Coronel Estevam. Do lado de fora, paredes mofadas e sujeira. Um aviso está fixado na porta: "Está suspensa a marcação de novos psicotestes nesta Central". Dentro do prédio, paredes com infiltração, móveis velhos e poucos funcionários. Assim como a unidade do Via Direta, no Alecrim o cidadão precisa de paciência para aguardar o atendimento. O guichê do Sistema Nacional de Emprego (Sine) é um dos mais procurados. Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) e Detran/RN também têm demanda alta. O gerente da unidade, Alcides Gurgel, também culpa o fechamento da Central do Cidadão do Praia Shopping pelo atendimento deficitário. "Como fechou lá, acabou aumentado a demanda daqui. A demora maior é no guichê do Itep e Sine", disse.

Por volta de meio dia de ontem, o desempregado Luciano Lira aguardava atendimento no Sine. Ele contou que chegou ao local por volta das 8h30 e não fazia ideia de quando seria atendido. "Somos muito mal atendidos aqui. O problema começa na recepção. Os banheiros estão interditados e não tem nem água para beber. É um absurdo", disse.

Perto dali, na Central do Cidadão do Centro, mais exemplos de falta de estrutura. A unidade localizada na avenida Rio Branco é uma das mais problemáticas. O elevador do local não funciona e a Consultoria Técnica de Vigilância Sanitária (Covisa) já interditou a unidade uma vez. Depois de uma pequena melhora, o local foi reaberto. Os banheiros estão interditados e os servidores se revezam na tarefa de limpar o espaço. "Se a gente não vestisse a camisa, estaria bem pior", disse a servidora Marzira da Cunha.

Na zona Norte, a realidade é um pouco diferente das demais Centrais do Cidadão das zonas Sul e Leste. Com um amplo espaço disponível para atendimento e com uma demanda relativamente menor, o tempo dispensado em cada processo é mais curto. Mesmo assim, há reclamações e, assim como nas demais unidades, há agendamento para serviços do Detran/RN. "Os psicotestes estão sendo marcados para abril", disse a gerente Marleide dos Santos.

Unidade da zona Sul só deve ser reaberta em dois meses

A coordenadora adjunta da Coordenadoria de Atendimento ao Cidadão (Cocadi), órgão do Governo Estadual subordinado à Secretaria de Justiça e Cidadania, Shirley Magnólia, afirmou que a Central do Cidadão do Praia Shopping será reaberta no prazo de 60 dias. "Isso foi uma exigência do novo secretário [Fábio Hollanda]. Ele nos deu esse prazo para resolver os últimos problemas. Espero que consigamos resolver tudo", disse. A coordenador não especificou que "problemas" seriam esses, mas disse que falta a instalação do ar condicionado e pequenas reformas. "Aquela unidade será de excelência", completou.

Apesar dos problemas nas quatro unidades em funcionamento em Natal, Shirley considera que o serviço "é de excelência". "Eu sou usuário do sistema e considero que é de excelência. O problema é que a demanda aumentou muito nos últimos anos e nós dependemos de parcerias com os outros órgãos", relatou.

A coordenadora disse ainda que a secretaria de Infra-Estrutura (SIN) está elaborando um plano para reformar todas as unidades da capital. "Inclusive, uma equipes da SIN esteve hoje nas Centrais fazendo uma vistoria. Não tenho mais informações sobre o assunto mas é certo que as unidades serão reformadas".

O novo secretário estadual de Interior, Justiça e Cidadania, Fábio Hollanda, disse que priorizará a retomada dos trabalhos nas Centrais do Cidadão. "Queremos oferecer à população um serviço de excelência nas Centrais do Cidadão. Também vamos ampliar a quantidade de centrais e interiorizar ainda mais os serviços prestados. Há vários pontos que pretendemos melhorar com resultados para o Governo do Estado", afirmou durante a solenidade de posse no mês passado. O estado conta hoje com 22 Centrais do Cidadão espalhadas por 18 municípios.

FONTE - TRIBUNA DO NORTE

Nenhum comentário:

Rádio ao Vivo Clique no PLAY