quarta-feira, 3 de junho de 2009

Navio Grajaú chega hoje ao suposto local da queda do Airbus


Está prevista para as 9h de hoje a chegada do Navio-Patrulha “Grajaú”, subordinado ao 3º Distrito Naval ao ponto onde foram encontrados os possíveis destroços da aeronave da Air France. O local fica a 1.000 km da capital potiguar e a 100 km dos arquipélagos São Pedro e São Paulo.

De acordo com o capitão-tenente Henrique Afonso de Lima, o navio conta com 30 tripulantes, sendo um deles médico. O principal objetivo do navio é o resgate de possíveis sobreviventes.

As outras duas embarcações, de Salvador e Maceió, que participam da missão de resgate, devem chegar logo depois do Navio-Patrulha “Grajaú”.

Na Base Área de Natal (Bant), a manhã de ontem foi movimentada. Aeronaves francesa e americana chegaram a Natal para ajudar na busca pelos destroços do avião da Air France, que desapareceu no último dia primeiro de junho. A previsão é de que essas aeronaves partissem para Fernando de Noronha por volta das 3h de hoje.

De acordo com informações da assessoria de imprensa da Bant Natal, a aeronave P3 Orion, da Marinha Americana vai ajudar na patrulha e identificação de salvamento. Cerca de 21 tripulantes americanos estavam no equipamento, que veio de El Salvador e pousou em Natal por volta das 11h de ontem.

O equipamento Falcon 50, da Marinha Francesa, pousou em Natal por volta das 10h30. Informações extra oficiais dão conta de que sete tripulantes franceses estavam na aeronave. A Falcon 50 possui um censor capaz de identificar destroços de aviões.

Um helicóptero Blackhawk, da Força Aérea Brasileira está de prontidão na Bant. Ele só levantará vôo para Fernando de Noronha no caso de resgate de vítimas ou destroços.

Mas até a manhã de ontem a única informação confirmada pelo Comando da Aeronáutica foi de que a aeronave R-99 6751 que decolou de Fernando de Noronha-PE às 22h35 (horário de Brasília), para realização de varreduras com utilização do radar de abertura sintética, identificou por volta de 01h00 da terça-feira materiais metálicos e não metálicos flutuando no oceano.

Por volta das 06h49 (horário de Brasília), aeronaves C-130 avistaram uma poltrona de avião, pequenos pedaços brancos, uma bóia laranja, um tambor, além de vestígios de óleo e querosene.

Depois dessas informações, houve replanejamento da busca, que concentra-se, a aproximadamente 650 quilômetros a nordeste de Fernando de Noronha-PE. Ainda de acordo com o Comando da Aeronáutica informa dez aeronaves estão disponíveis nas ações de busca e resgate do avião da Air France.
FONTE - www.tribunadonorte.com.br
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Redes Sociais

A melhor programação

Seguidores do Google

Arquivo