sexta-feira, 28 de maio de 2010

Mulher é presa com mais de 50 pedras de crack na calcinha

Uma jovem identificada como Maria da Conceição Braz da Silva foi presa nesta madrugada (27) em flagrante portando 54 pedras de crack na calcinha, na travessa Antônio Basílio, nas Quintas, zona Oeste de Natal.

A mulher foi abordada pela Polícia Militar por demonstrar comportamento suspeito, e durante a revista a polícia encontrou as pedras. Maria da Conceição alegou morar no bairro Novo Horizonte, antiga Favela do Japão, e em sua casa foram encontradas mais 20 trouxinhas de maconha.

A mulher foi autuada pelo crime de tráfico de drogas e está presa na Delegacia de Plantão Zona Sul.

FONTE - TRIBUNA DO NORTE
Compartilhar:

Juiz decreta ilegalidade da greve dos policiais


A novela em que se transformou a greve da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, que chega ao 18º dia, ganhou um novo capítulo. Na noite de ontem, o juiz Cícero Martins Macedo Filho julgou procedente a ação civil pública impetrada pelo Governo do Estado pedindo a suspensão imediata da greve, que supostamente seria ilegal. O magistrado concedeu a tutela e determinou o retorno dos policiais ao trabalho imediatamente. No entanto, o Sindicato dos Policiais Civis do Estado (Sinpol) garante que só retomará as atividades depois que as reivindicações forem atendidas.

O juiz Cícero Macedo, depois de analisar a ação do Governo, entendeu que era necessária a determinação do retorno dos policiais ao trabalho. Mesmo sem entrar no mérito sobre a abusividade ou legalidade do movimento grevista, o juiz afirmou que, por se tratar de um serviço essencial e pelas medidas já tomadas pelo Executivo com relação à retirada de presos das delegacias, não há um motivo plausível para a paralisação. “Não considerei os motivos alegados para a greve. As providências que estão sendo pedidas, estão sendo atendidas. Quase todas. A questão principal é dos presos em delegacias, mas é algo que não se resolve da noite para o dia. O mérito sobre a legalidade da greve é algo a ser julgado posteriormente”, explicou Cícero Macedo, que também determinou multa diária de R$ 5 mil ao Sinpol caso a paralisação persista.

O secretário de Segurança do estado, Cristóvam Praxedes, também afirmou que o estado está trabalhando para atender os pleitos da categoria. “A secretaria assumiu a custódia nas delegacias da capital, enquanto eram feitas as transferências. Depois a categoria pediu que retirássemos, também, os presos das DPs na Grande Natal. Já estamos fazendo isso. Assumimos as de Parnamirim, Macaíba e São Gonçalo do Amarante, e estamos transformando algumas em centros de detenções, mas precisamos de prazo para retirar todos os presos como eles querem”, disse o secretário através de sua assessoria de comunicação.

Apesar da decisão judicial e da possibilidade de multas serem aplicadas ao Sinpol, a presidente do sindicato, Vilma Marinho, garante que a única forma de se suspender a greve é com o atendimento às reivindicações da categoria. Ela afirma que o sindicato vai recorrer da decisão até a última instância, caso necessário. “Não tememos multa. vamos recorrer. Isso (decisão judicial) não acaba com a greve. Só acaba quando o Governo atender a nossa pauta”, garantiu.

A paralisação é consequência de uma reunião frustrada com o Governo na busca de negociar pontos ainda em aberto da pauta de reivindicações negociada desde dezembro de 2009, como a retirada total dos presos das delegacias, do início do curso de formação dos agentes e escrivães, e a melhoria das condições de trabalho. De lá para cá, esta já é a terceira greve.

O governador Iberê Ferreira de Souza terá uma reunião com a categoria hoje, às 16h30, para discutir, mais uma vez, as reivindicações da categoria.

FONTE - TRIBUNA DO NORTE
Compartilhar:

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Iberê discursa para mais de 13 mil pessoas na festa de comemora sua recuperação


O governador Iberê Ferreira de Souza acabou de discursar no evento em comemoração ao restabelecimento da sua saúde, no Vila Folia. Ele pediu aos aliados que façam chegar a cada localidade do Rio Grande do Norte as informações de que está bem de saúde e disposto a seguir com o propósito de continuar a frente do Governo do Estado. “A 11 dias de iniciar meu governo, após realizar exames de rotina, foi com a mala na mão para retornar à Natal, que o médico me revelou que encontrou um nódulo maligno no meu pulmão esquerdo já me dizendo que tudo indicava ser câncer".

O governador declarou que recebeu a garantia dos seus médicos de que está curado do câncer do qual foi acometido este ano, e assinalou que acredita na vitória na eleição deste ano. “Eu venci o câncer com a ajuda de Deus e com a graça do povo vou vencer as eleições deste ano. Eu tenho 40 anos de vida publica e posso dizer que nunca tive tanta dificuldade de dizer alguma coisa como neste momento. É muito emocionante ver que amigos vieram me ver no restabelecimento desse câncer que eu adquiri e que venci.”

Iberê fez uma retrospectiva de sua trajetória de 40 anos de vida pública, lembrando do início do então PMDB. Ele falou da época em que iniciou sua vida pública, no então MDB, quando junto aos seguidores do ex-ministro Aluísio Alves, compunham um partido que, à época, foi símbolo do combate à ditadura. "Nesse tipo diziam que nosso grupo cabia dentro de um fusca", lembrou.

O governador agradeceu à governadora Wilma de Faria e ao deputado federal João Maia, que levou ao local mais de 4 mil filiados. O presidente Luís Inácio Lula da Silva foi lembrado por diversas ocasiões. "Venho aqui comemorar não somente pelos petistas potiguares, mas também em nome do presidente Lula", afirmou Iberê.

Iberê não teme que festa seja enquadrada como campanha antecipada

O governador Iberê Ferreira de Souza disse que a feijoada, cujo público está estimado em 13 mil pessoas, em homenagem ao restabelecimento de sua saúde, custou o sacrificio e a dedicação de seus amigos. Iberê assegurou não temer que a festa seja enquadrada como sendo de campanha antecipada, embora os locutores e políticos que discursaram no evento tenham feito referências a ele como sendo atual e futuro governador. "Foi uma festa feita com muito carinho pelos meus amigos. O que eu iria dizer? Que não viria e não aceitaria?", questionou.

FONTE - TRIBUNA DO NORTE
Compartilhar:
← Postagens mais recentes Postagens mais antigas → Página inicial

Redes Sociais

A melhor programação

Seguidores do Google

Arquivo