sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Operação Stone: polícia prende 35 pessoas no RN e no Ceará


Uma investigação promovida por policiais civis da Delegacia Regional de Pau dos Ferros resultou em três operações com o objetivo de desarticular uma organização criminosa interestadual de traficantes de drogas com atuação no Rio Grande do Norte, Ceará e São Paulo. A ação contou com participação das polícias Civil e Militar do Ceará e resultou na prisão de 35 pessoas e na apreensão de armas, drogas, dinheiro e veículos.

O fechamento da operação aconteceu na manhã desta sexta-feira (20), nas cidades de Pau dos Ferros, São Miguel e Alexandria, onde foram cumpridos 20 mandados de busca e apreensão e realizadas 14 prisões decorrentes de mandado judicial ou em situação de flagrante delito.

A investigação teve início há dois meses e meio e foi batizada com o codinome “Stone”, que significa pedra em inglês, numa alusão ao tráfico de pedras de crack na Região Oeste do RN e divisa com o CE. O delegado Inácio Rodrigues, da Delegacia Regional de Pau dos Ferros, explicou que a operação foi realizada em etapas com apoio do Serviço de Inteligência e outras unidades da Polícia Civil do RN e CE.

No último dia 10, a Polícia Civil do Ceará, através de informações da Polícia do RN, realizou em Fortaleza a apreensão de um adolescente, a prisão de cinco pessoas e a apreensão de armas, dois veículos e 25 quilos de maconha prensada distribuídas em 52 tabletes. O líder do bando, Olívio Bezerra de Queiroz, 36 anos, acabou preso em flagrante. Ele foi identificado na investigação potiguar como um grande distribuidor de drogas.

Os demais presos são Patrícia de Souza, 23 anos, natural de Fortaleza/CE; Ana Cristina Alencar, 19 anos, natural de Quixadá/CE; Manuel Pinto de Jesus, 29 anos, natural de Salgueiro/PE; e João Batista Maciel, 38 anos, de Tabuleiro do Norte/CE. Eles foram detidos depois da polícia do RN detectar a movimentação de drogas para o estado vizinho. Diante das evidências, a polícia potiguar acionou a polícia cearense. Todos os presos foram autuados em flagrante por tráfico e associação para o tráfico.

Em poder do bando foram apreendidas duas pistolas calibres 380 e .40 e os automóveis da marca VW, modelo Gol, cor preta, e placas NQW-5564/CE e HYP-0656/CE. Como a droga estava escondida no porta-malas dos dois carros, ambos foram apreendidos e encontram-se a disposição da Justiça. O bando, segundo a investigação, recebia a droga de fornecedores de São Paulo. A maconha e o crack seguiam para o Ceará e depois eram distribuídos no Alto Oeste do RN. O grupo, no entanto, se preparava para comercializar a droga com maior intensidade na capital do CE. A droga tem origem paraguaia.

A segunda etapa da operação teve início na quinta-feira (19), nos municípios cearenses de Limoeiro do Norte, Tabuleiro do Norte, Iracema e Ererê. Quatro pessoas foram presas em cumprimento a mandados de busca e de prisão expedidos pela Justiça do RN. A Polícia Civil potiguar deu cumprimento aos mandados de busca e de prisão em parceria com a polícia Militar e Civil do CE. Na ação foram apreendidos um fuzil, um revólver, cocaína e cerca de R$ 10 mil.

A operação, segundo o subsecretário da Segurança Pública e da Defesa Social, delegado Ben-Hur de Medeiros, confirma que as forças policiais do RN e CE estão irmanadas no combate ao crime. “Contamos com a colaboração da Secretaria da Segurança do Ceará”, disse. O secretário da Segurança do RN, desembargador Cristóvam Praxedes, citou que no início do mês a polícia potiguar realizou em conjunto com a polícia da PB uma operação que resultou na prisão de membros de quadrilhas que agiam nos dois estados. “Isso demonstra o comprometimento das polícias no combate ao crime”, disse.

A terceira etapa da “Operação Stone” teve início ao raiar da sexta-feira (20). Após a prisão do distribuidor de drogas Olívio Bezerra, cerca de 150 policiais civis deram início à prisão dos traficantes menores e donos de “bocas de fumo” em Alexandria, São Miguel e principalmente em Pau dos Ferros. A ação culminou com a prisão de 14 acusados e na apreensão de drogas, dinheiro e armas. O ponto alto da operação contou com o apoio do helicóptero Potiguar I da Sesed. O delegado Geral da Polícia Civil, Elias Nobre, explicou que a polícia intensificou as ações no interior do estado no combate, principalmente, do tráfico de drogas.

A droga que abastecia a região do Jaguaribe, no Ceará, e o Alto Oeste do RN vinha, segundo o delegado Inácio Rodrigues, de São Paulo através de caminhoneiros. O grupo abastecia traficantes menores em Pau dos Ferros, São Miguel, Alexandria, Rodolfo Fernandes, Apodi e Mossoró. No Ceará as cidades abastecidas pelo bando eram Fortaleza, Russas, Limoeiro do Norte, Tabuleiro do Norte, Jaguaribe, Nova Jaguaribe, Iracema e Irerê. O delegado acredita que a investigação desmantelou as duas pontas do tráfico: “dos distribuidores aos traficantes menores”. Outros acusados foram presos no curso da investigação.

Números da operação Stone:
- 35 presos;
- 34 mandados de busca e apreensão cumpridos no RN e CE;
- 25 quilos de maconha apreendidos, pedras de crack e papelotes de cocaína;
- Munições, um fuzil calibre 762, dois revólveres 38 e duas pistolas (calibres 380 e .40) apreendidas;
- Dois automóveis Gol apreendidos e duas motos;
- Cerca de R$ 10 mil apreendidos;
- Duas residências e uma motocicleta com o sequestro de bens decretados pela Justiça por terem sido obtidos com dinheiro do tráfico;
- Quatro contas bancárias bloqueadas.

A rota do tráfico
Paraguai » São Paulo » Ceará (Região do Jaguaribe)» Rio Grande do Norte (Pau dos Ferros, São Miguel, Alexandria, Rodolfo Fernandes, Apodi e Mossoró).
FONTE-TN

Nenhum comentário:

Rádio ao Vivo Clique no PLAY