sexta-feira, 29 de maio de 2009

Vacinação de idosos contra a gripe termina nesta sexta


Estados que sofreram com chuvas poderão prolongar prazo de imunização.
Campanha pretende reduzir óbitos e internações causadas pela gripe.


Termina nesta sexta-feira (29) a 11ª edição da Campanha Nacional de Vacinação do Idoso contra a gripe. De acordo com o último balanço do Ministério da Saúde, divulgado na segunda-feira (25), 14.993.824 de idosos foram vacinados. O número corresponde a 77,18% da população alvo. A meta do ministério era imunizar 80% das pessoas com 60 anos ou mais, índice que representa 15,5 milhões de pessoas, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O ministério afirma que estados que sofreram com chuvas, alagamentos, enchentes ou falta de fornecimento de energia poderão prolongar o prazo de imunização para continuar vacinando mesmo com o fim da campanha.

A campanha tem como objetivo reduzir os óbitos e as internações causadas pela gripe. Ainda segundo o ministério, estudos mostram que, entre a população idosa, a vacinação contra gripe pode reduzir de 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade.
FONTE - www.g1.com.br

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Senado aprova mínimo de R$ 465 para 2009


O Senado aprovou nesta quarta-feira (27) a medida provisória que fixou em R$ 465,00 o salário mínimo para este ano. A votação apenas referenda o novo valor, que está em vigor desde 1° de fevereiro. Como não sofreu alterações no Congresso, a MP será promulgada no Diário Oficial.

A correção do valor do mínimo, que estava em R$ 415,00 no ano passado, é correspondente ao reajuste pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), no período de março de 2008 a janeiro de 2009, e aumento real equivalente ao crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) no ano de 2007. O valor do salário mínimo para este ano é 12,04% acima do anterior.

A votação no Senado aconteceu por acordo após a oposição ter recuado da ameaça de obstrução total. No entanto, apesar de não haver obstrução formal a este projeto, os senadores de partidos de oposição usaram todo o tempo de discussão para fazer discursos. A intenção é atrasar cada vez mais a votação da única MP que será alvo de obstrução, a que deu recursos ao Fundo Soberano e flexibiliza as licenças ambientais para a ampliação de rodovias já existentes. Esta MP perde a validade no dia 1 de junho se não for aprovada até lá pelo Congresso Nacional.

Fonte: DN Online - Com informações do G1 e Agência Brasil

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Quadrilha acusada de assalto é presa pela polícia civil


Uma equipe da Delegacia de Furtos e Roubos (Defur) prendeu na manhã de ontem uma quadrilha acusada de inúmeros assaltos a residências e pontos comerciais na Grande Natal. Os seis homens e as duas mulheres foram encontrados em duas casas diferentes, logo depois de mais um assalto a uma loja de eletrodomésticos em Parnamirim. Com os assaltantes os policiais civis conseguiram apreender uma grande quantidade de produtos roubados. Somente telefones celulares eram mais de 130. Estavam com os bandidos ainda centenas de chips de celulares, cinco aparelhos de som automotivo, cinco televisões, máquinas fotográficas, dez secadores de cabelo, perfumes, joias, quatro malas repleta de roupas, entre outros produtos menores.

A polícia encontrou ainda dois revólveres, uma pistola 9mm, de uso exclusivo das forças armadas, munição, três quilos de crack, dois capuzes e dois veículos utilizados nos assaltos. Os policiais acreditam que a quadrilha vinha agindo há cerca de seis meses, quase todos os dias. Os assaltos acontecerem em diferentes tipos de comércio, além de casa em vários bairros da capital.

Nas primeiras horas da manhã, duas equipes distintas da Defur foram cumprir dois mandados de prisão baseados em roubos anteriores. Um era contra Jamerson César da Silva, no conjunto Santarém e outro contra Erinaldo Graciano de Souza, o “Vieira, no bairro Quilômetro Seis, na Zona Oeste. A surpresa aconteceu quando os policiais chegaram à primeira casa.

“Jamerson estava na sala da casa dele, separando todo o material do assalto que eles tinham feito ainda de manhã”, explicou a delegada Sheila Almeida, titular da Defur. O roubo ocorreu em uma loja, no centro de Parnamirim. Quatro homens da quadrilha utilizaram macacões de funcionários do estabelecimento (Atacadão dos Eletros) e conseguiram entrar antes que o local estivesse aberto.

“Eles renderam os funcionários e fizeram um arrastão”, disse a delegada. Os criminosos utilizaram o Gol preto de Jamerson, e fugiram em seguida, para fazer a divisão dos produtos. Na casa do líder da quadrilha foram presos em flagrante Valmir Soares dos Santos; a esposa dele, Patrícia Silvia dos Santos; e João Maria dos Santos, que confessaram a participação no assalto. O irmão de Jamerson, Jadson Douglas da Silva foi preso no Gol preto usado no crime.

Na casa de Erinaldo, a polícia encontrou a amante dele, Monalysa de Araújo Melo (que já havia sido presa pelas polícias Civil e Federal), e Ricardo Emanoel Cerqueira da Silva, também integrantes da quadrilha. “Eles formam um bando perigoso. Monalysa, por exemplo, é uma traficante conhecida e na casa dela estava o crack”, disse a delegada Sheila. Na casa de Erinaldo foram encontradas TVs e aparelhos de som roubados.

Todos foram autuados por roubo e formação de quadrilha. Esta foi a quinta prisão de bando especializado em arrastão em residências, no período de dois meses. Quatro homens foram reconhecidos pelos funcionários da loja de Parnamirim, como os que fizeram o assalto. O quinto, Douglas, foi reconhecido como um ex-funcionário da empresa assaltada ontem de manhã.
FONTE - www.trbunadonorte.com.br

segunda-feira, 25 de maio de 2009

RN registra primeiro caso suspeito de gripe suína


Representante da Sesap, Juliana informou que RN tinha três casos monitorados Foto: Dluca/DN/D.A Press

O Ministério da Saúde registrou, ontem, o primeiro caso suspeito de gripe suína no Rio Grande do Norte. De acordo com a subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), Juliana Araújo, três casos estavam sendo monitorados no estado. Dois foram descartados e um passou a ser considerado suspeito. Segundo o MS, estão sendo acompanhados nove casos suspeitos de Influenza A (H1N1) - nome oficial da doença - no Brasil. As amostras com secreções respiratórias dos pacientes estão em análise laboratorial e nenhum caso da gripe A foi confirmado no Rio Grande do Norte até o momento.

O Ministério da Saúde registrou, ontem, o primeiro caso suspeito de gripe suína no Rio Grande do Norte. De acordo com a subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), Juliana Araújo, três casos estavam sendo monitorados no estado. Dois foram descartados e um passou a ser considerado suspeito. Segundo o MS, estão sendo acompanhados nove casos suspeitos de Influenza A (H1N1) - nome oficial da doença - no Brasil. As amostras com secreções respiratórias dos pacientes estão em análise laboratorial e nenhum caso da gripe A foi confirmado no Rio Grande do Norte até o momento.

São considerados suspeitos pessoas que apresentam febre alta (acima de 38° C) e tosse acompanhada de alguns sintomas como dor de cabeça e dificuldade respiratória, ou ainda pessoas que apresentaram alguns desses sintomas até dez dias após sair de países que registraram casos de gripe A (H1N1). Pessoas que cuidaram, conviveram ou tiveram contato direto nos últimos dez dias com uma pessoa classificada como caso suspeito de gripe A também são consideradas casos suspeitos. O Ministério considera casos em monitoramento pessoas que vieram de países afetados e apresentaram sintomas.

Serviço

Disque Saúde: 0800 61 1997
www.saude.gov.br
FONTE - www.diariodenatal.com.br

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Holândes é encontrado morto dentro de pousada em Ponta Negra

Um holândes identificado como Peter Medellin Josef, 39 anos, foi encontrado morto dentro de uma pousada na noite desta quinta-feira (22) no bairro de Ponta Negra, zona sul de Natal.

O Centro Integrado de Operações da Segurança Pública (Ciosp) foi acionado por volta das 21 horas para averiguar a informação de que um corpo havia sido encontrado na pousada Litoral Flat. Quando chegaram no local os policiais se depararam com o corpo do holândes Peter Medellin.

De acordo com o Chefe de Operações do Comando do Policiamento da Capital (CPC), major Alarico Azevedo, aparentemente o corpo não apresentava nenhum indício de violência, pelo menos nada que fosse registrado no relatório da Polícia Militar.

O Instituto Técnico Científico de Polícia (Itep) recolheu o corpo para a realização de uma necropsia, e a partir dela, desvendar a causa da morte de Peter Medellin Josef. O inquérito policial transcorrerá na 15ª Delegacia de Polícia, em Ponta Negra.
FONTE - www.tribunadonorte.com.br

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Polícia prende bando de receptadores de cargas em Monte Alegre


Policiais civis da Paraíba, com o apoio da 1ª Delegacia de Parnamirim, prenderam ontem, no município de Monte Alegre, uma quadrilha acusada de receptação de cargas roubadas. Os seis homens, potiguares e paraibanos, estavam em um galpão onde foram apreendidos produtos de vários segmentos, avaliados pela polícia em mais de R$ 1,5 milhão.

A investigação começou há cerca de seis meses pela Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas e Veículos (PB). Há dois dias, foi pedida ajuda do delegado Graciliano Lordão, de Parnamirim e uma força-tarefa se dirigiu a Monte Alegre. Homens do Grupo de Operações Especiais (PB), também participaram da operação, chamada de “Carga Pesada”. E por volta das 17h de ontem, o grupo foi localizado, no distrito de Alto da Castanha.

“Quando eles chegaram ao galpão foram cercados e rendidos”, contou o delegado Lordão. Oito homens estavam no local, porém dois seriam ainda averiguados, antes do indiciamento. Os seis acusados de receptação e formação de quadrilha foram: Luiz Alves dos Santos, Luiz Antônio da Silva, Augusto de Lima Fogaça, Alan Márcio Sales, Luciano Nogueira de Araújo e Jonas Manoel da Silva.

O material encontrado pelos policiais impressionou pelo tamanho. O galpão também é de grandes dimensões, com cerca de 60 metros de frente por 100 m de fundo. No interior do armazém foi encontrada uma carga de cosméticos, roubada há 15 dias em Mamanguape (PB), e avaliada em R$ 800 mil. Além disso, foram encontrados cerca de 20 mil chips da operadora Claro, fogões, máquinas de lavar, alimentos, medicamentos, um caminhão Mercedes, um Honda Civic, peças para automóveis novas e dezenas de notas fiscais.

Todo o material deve ser levado para a Paraíba. A polícia suspeita que todo o restante do material – que será periciado em breve – pode ser resultado de roubos praticados no estados do Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Ceará. Até as 20h de ontem, os policiais continuavam no grande galpão, detalhando e catalogando todo o material apreendido durante a força-tarefa.

FONTE - www.tribunadonorte.com.br

quarta-feira, 20 de maio de 2009

CAOS NA MERENDA ESCOLAR DE NÍSIA FLORESTA


O presidente do Conselho de Alimentação Escolar, João Batista de Oliveira, mais conhecido como Sargento Oliveira, fotografou e relatou o quadro de desrespeito para com as crianças que frequentam as Creches e Escolas do município de Nìsia Floresta/RN.


A falta de higiene na cozinha da Creche de Campo de Santana, favorece a proliferação de bactérias, comprometendo a saúde das crianças.

A foto mostra o chocolate que foi servido para as crianças.Chocolate apodrecido.

No floco de milho, a presença de insetos, comprometendo totalmente o bem estar das crianças.


Presença de lagarta nos alimentos.

ESSE PROBLEMA DA MERENDA ESCOLAR É ALGO QUE FOI DIVULGADO HÁ ALGUMAS SEMANAS NO PROGRAMA CONVERSANDO COM JOSÉ MARIA AQUI NA RÁDIO EXECUTIVO. E AGORA PUBLICAMOS AS FOTOS EM NOSSO BLOG, FOTOS FEITAS PELO SGT OLIVEIRA PRESIDENTE DO CONSELHO DE ALIMENTAÇÃO.

A conselheira tutelar do municipio de Nísia Floresta, Maria Elizangêla,informou que desde o último dia 11, os jovens matriculados nas crêches e escolas do município de Nísia Floresta, já estão sendo servidos de alimentação de boa qualidade.

Hummm!!!

Elizangêla também disse, que foram encontradas outras irregularidades e que tais irregularidades, já estão sendo apresentadas ao Ministério Público.

Vixxxe!!!

FONTE - BLOG DALTRO EMERENCIANO

terça-feira, 19 de maio de 2009

RN fecha 2.627 vagas de trabalho formal em abril


O saldo de empregos – número de admissões menos demissões – no Rio Grande do Norte continua negativo. Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) mostram que em abril o estado teve um número de 2.627 desligamentos a mais que as contratações. No quarto mês do ano, 13.002 postos de trabalho foram fechados superando em 11,54% os números de abril de 2008.

A queda na evolução do emprego mostra que os números negativos foram puxados pelo setor de Agropecuária que liderou o ranking de saldo negativo potiguar (-1.363). Foram 1.718 demissões nos empregos rurais contra apenas 355 contratações.

Para o presidente da Federação dos Trabalhadores da Agricultura do RN, Manoel Cândido da Costa nesse período de chuvas o setor da pecuária demite, porque os proprietários de fazendas tem mais pasto e não precisam de trabalhadores. “Aliado a isso temos o setor de fruticultura que também dispensa pessoal. No inverno, não há necessidade de manter homens no nas fazendas de produção de frutas eles param tudo”. Para o presidente da Fetarn, a partir de julho quando o inverno diminui no Oeste, o setor voltará a contratar. Ele reforça dizendo que as demissões na agricultura não são por conta da crise econômica, mas se repete todos os anos nesse período “é uma coisa sazonal”.

Mas, quando comparados apenas os desligamentos, os Serviços foram os que mais demitiram no estado: 3.487. Paradoxalmente, o setor foi também o que mais contratou - 3.898 novos postos – o que ajudou um dos setores mais importantes do estado a manter seu saldo positivo em abril. No acumulado do ano, os números também são negativos. De janeiro a abril, 43.046 admissões foram realizadas contra 56.509 desligamentos. O saldo negativo foi de 13.463 demissões a mais.

Em Natal, o saldo de empregos foi positivo, mas ficou bem abaixo do resultado alcançado em 2008. A diferença em abril foi de apenas 18 admitidos sobre os demitidos. No ano passado, a capital alcançou um saldo positivo de 1.446 novos postos. Os desligamentos cresceram 4,5% - de 5.739 para 6.002 – enquanto as contratações caíram 16,21%: passaram de 7.185 para 6.020.

Assim como no estado, o setor de Serviços foi o que mais demitiu, mas também o que mais contratou. Foram 2.809 pessoas admitidas em Natal contra 2.240 desligamentos. O pior saldo ficou com o Comércio que teve resultado negativo: -301.

Nacional

Os números do Rio Grande do Norte seguiram a tendência inversa do cenário nacional.

Os números divulgados pelo ministro do Trabalho, Carlos Lupi, mostraram uma recuperação dos empregos no país. Pela primeira vez no ano o saldo de vagas com carteira assinada foi positivo na indústria. E o Brasil gerou mais de 106 mil postos no quarto mês do ano, crescimento de 0,33% em relação a março

O número de admissões em abril foi de 1,3 milhão, o segundo maior da série do Caged, e o de desligamentos foi de 1,2 milhão o maior da série histórica para o período, mostrando um aumento de 2,95% em relação ao mesmo período do ano anterior. Para o MTE, no entanto, esse resultado indica uma desaceleração em relação ao percentual de crescimento observado em 2008 (24,48%) em relação a 2007.

Caso seja mantida a velocidade de criação de postos de trabalho nos próximos dois meses, em julho o Brasil deverá voltar ao nível médio de geração mensal de 200 mil postos de trabalho como ocorreu no segundo semestre de 2008, afirmou o presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Márcio Pochmann.

Segundo ele, o número de 106.205 vagas novas apurado em abril pelo Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (Caged) em todo o País foi uma surpresa positiva em relação aos 34.828 postos abertos em março. “A reação favorável apontada pelos dados do Caged foi causada pela melhora da economia, motivada sobretudo pela política anticíclica adotada pelo governo, que incluiu a redução de impostos”, comentou.

Economista diz que reação em abril foi tímida

São Paulo - O estrategista-chefe do Banco WestLB do Brasil, Roberto Padovani, disse que, apesar de o Ministério do Trabalho divulgar que a quantidade de empregos formais criada no País em abril mostrou uma recuperação em relação aos números de março, o movimento ainda foi bastante tímido ante as perdas observadas após os efeitos da crise financeira internacional na atividade nacional. Em entrevista à Agência Estado, ele avaliou que os números do mês passado foram até melhores do que uma parte do mercado esperava, mas, quando a comparação é feita com outros períodos, como o mesmo mês de 2008, os resultados ainda são insatisfatórios. “Seja no acumulado de 12 meses, na comparação interanual ou retirando efeitos sazonais, nota-se que, da mesma maneira que o emprego industrial, o emprego formal não parece reagir muito”, comentou.

Segundo Padovani, a discussão atual entre os economistas é saber até onde seguirá a piora do desemprego, na comparação com o período bem mais favorável da economia no ano passado. “Há um grupo mais otimista, do qual eu faço parte, que acredita que uma parte da piora do emprego formal não pode ser traduzida para desemprego de uma maneira direta por conta da informalidade, que aliviaria os resultados negativos. O grupo mais pessimista acredita que há uma relação mais próxima entre os dois segmentos, o que indicaria a tendência de um desemprego geral maior”, explicou. Sobre a expectativa para a Pesquisa Mensal de Emprego (PME) de abril, que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) anunciará na quinta-feira Padovani disse que continua com uma projeção de taxa de 9,50% para o desemprego, o que representaria um aumento ante o resultado de 9,00% de março.
FONTE - www.tribunadonorte.com.br

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Mãe de Maisla reconhece o corpo da filha


O desaparecimento da estudante Maisla Mariano dos Santos, 11, ocorrido na zona Norte de Natal ganhou ares trágicos depois que partes do corpo dela foram encontrados dentro de um saco para armazenar açúcar em um terreno baldio localizado à avenida Tomaz Landim, em Igapó, ontem pela manhã. A mãe da menina fez o reconhecimento no início da tarde, pelas roupas encontradas junto ao corpo esquartejado. Somente no tórax foram encontradas marcas de 31 facadas.

A menina estava desaparecida desde o começo da tarde da terça-feira, quando foi até o local onde o pai trabalha consertando relógios. “Ela foi até lá de bicicleta para que o pai pudesse ir almoçar”, contou Ângela Maria Mariano da Silva, tia da garota. Após o pai almoçar, Maisla pegou sua bicicleta com o objetivo de voltar para casa. “Depois de algum tempo, a gente ligou para o pai e ele disse que Maisla já tinha saído”, contou. “Foi aí que a gente ficou mais preocupada e saiu em busca dela”, completou a familiar.

Depois de buscas na região onde a garota morava, em hospitais e, inclusive, no Instituto Técnico e Científico de Polícia (Itep), os parentes tiveram a primeira informação na madrugada de ontem, quando a bicicleta de Maisla foi achada por policiais militares próximo a uma agência bancária. Cerca de cinco metros à frente uma mancha de sangue foi encontrada.

Segundo informações da Polícia Militar e de familiares, dois suspeitos foram detidos para averiguação por estarem nas proximidades de onde foi encontrada a bicicleta. “Eles foram para a delegacia, mas foram soltos porque não tinha nada contra os dois”, disse a tia de Maisla.

Ontem pela manhã, moradores da rua Aurora encontraram outra mancha de sangue distante cerca de 50 metros onde estava a bicicleta e a outra mancha de sangue na Tomaz Landim. A mãe da estudante, Marisa Mariano de Moura, contou que populares viram Maisla pela última vez nas proximidades do posto de saúde do Jardim Lola.

Inconsolável, ela se descontrolou em alguns momentos quando lembrava de sua filha e ficou sob os cuidados de familiares ontem pela manhã enquanto as partes do corpo ainda não tinham sido encontradas.

Amigos e familiares de Maisla se mobilizaram nas buscas pela estudante e por volta das 10h de ontem parte do tórax e de uma perna à altura do joelho foram achados em um terreno baldio por populares.

O fato logo chamou a atenção da população, que tumultuou não só a avenida Tomaz Landim como a rua Izabel de Brito Lima, paralela à avenida e onde os policiais militares conseguiram entrar no terreno fazendo buscas.

De imediato, equipes da Polícia Civil foram deslocadas ao local para dar início às investigações e buscas pelos suspeitos que foram detidos anteriormente, mas soltos por falta de provas. Enquanto isso, familiares de Maisla ficaram abalados com a notícia do encontro do corpo, mas não souberam dizer se era da estudante.

A tia lembra que Maisla saiu de casa com um short preto e uma blusa branca. Exatamente as roupas reconhecidas pela mãe da menina, no Itep. O major Lenildo de Sena, do 4º Batalhão de Polícia Militar, declarou que “só o Itep pode confirmar se o corpo é da menina”.

Peritos do Itep foram ao local e recolheram as partes bem como as peças de roupa achadas. Como foi feito a partir da roupa, o reconhecimento da mãe é considerado diante da lei como informal, e por isso, as partes do corpo só podem ser liberadas depois da realização de um exame de DNA.

Suspeito frequentava mesma igreja

Um dos homens apontados como principal suspeito do crime freqüentava a mesma igreja que a vítima. A informação foi confirmada pela tia de Maisla. “Ela era da Igreja Adventista do Sétimo Dia aqui na zona Norte”, informou. O homem foi expulso da igreja em 1996, exatamente por ter sido acusado de aliciar meninas da congregação.

Este suspeito, um homem de 56 anos, foi um dos detidos pela polícia na madrugada de ontem, mas solto pela falta de indícios contra ele naquele momento. Ele foi pego na casa dele, a poucos metros do terreno onde o corpo foi encontrado, e levado para uma delegacia para prestar depoimento, mas acabou sendo liberado.

Coincidência ou não, depois desse fato e da repercussão que ganhou o desaparecimento de Maisla ele não foi mais visto pela região. O pastor da igreja onde a família da menina congrega, Fernando Silvano Moreira, confirmou a acusação feita contra o fiel, e disse ainda que mesmo depois de expulso, o homem frequentava a igreja esporadicamente.

Ao saberem que o tal homem era um dos suspeitos, os moradores saíram revoltados em direção à casa dele, que também fica na Avenida Tomaz Landim. Chegando lá, os populares tentaram invadir o imóvel com objetivo de linchar o suspeito. “Lincha, lincha, lincha”, gritavam as pessoas enquanto tentavam passar pelo portão estreito da vila onde fica a casa.

O trânsito ficou complicado e, em alguns momentos, chegou a ficar parado, principalmente nas imediações de onde o suspeito morava. Entretanto, no momento do tumulto, o homem não estava mais lá e a Polícia Militar teve trabalho para retirar os populares do local para que as equipes da Polícia Civil começassem o trabalho investigativo. Mesmo assim, o veículo do suspeito foi depredado com chutes, arranhões e vidros quebrados.

A tia de Maisla também invadiu o imóvel do suspeito. Lá, ela se deparou com sacos contendo calcinhas e biquinis. “É ele diz ser da igreja com essas roupas em casa”, questionou a familiar. O vendedor Jeferson Diego Rezende de Lima afirmou ter vistou o suspeito no local do crime. “Tenho certeza que é ele a pessoa que estava perto da bicicleta da menina”, declarou.

Uma moradora da vila em que residia o suspeito disse que ao ser chamado para comparecer a delegacia o suspeito relutou em ir. “Ele ficou falando que ia processar a família da menina por aquilo”, disse a mulher que pediu para não ter a identidade revelada. Uma coisa é certa: um grande efetivo das polícias Civil está à caça do suspeito do assassinato.

Cinco delegados investigam o assassinato

Cinco delegados da Polícia Civil estiveram no local onde foi encontrado partes do corpo da estudante Maisla Mariano. Laerte Jardim Brasil e Marcos Vinícius, da Delegacia de Homicídios (Dehom), Adriana Shirley Caldas, da Delegacia Especializada da Criança e do Adolescente (DCA), e Raimundo Rolim de Albuquerque Filho, do Núcleo de Inteligência da Secretaria de Defesa Social, e Jodelci Pinheiro, do 9º Distrito Policial, responsável pela área onde ocorreu o crime.

Rolim, Laerte, Adriana e Marcus Vinícius não quiseram comentar acerca do fato argumentando que precisam ter mais subsídios para a investigação naquele momento. Antes de as roupas serem reconhecidas, o delegado Jodelci Pinheiro adiantou que Maisla era a única criança com queixa de desaparecimento naquela região, e já dizia acreditar se tratar mesmo da menina. “Soubemos do desaparecimento na tarde de ontem (terça-feira) e hoje (ontem) acharam essas partes do corpo de uma criança. Então, fica muito difícil não ser essa garota”, argumentava.

A busca pelas demais partes do corpo esquartejado ainda continua sendo feita pela Polícia, principalmente na região onde a garota desapareceu no começo da tarde de terça-feira. Além da busca pelo corpo, os policiais continuam as diligências para capturar o principal suspeito do crime e também vão aguardar o resultado dos exames no Instituto Técnico Científico de Polícia a serem feitos nas partes encontradas dentro de um saco de açúcar.

Médico constata 31 facadas no tórax

O médico legista Carlos Jatobá iniciou ontem à tarde os exames de necrópsia na tórax e na perna da menina Maisla. Foram contadas 31 facadas, concentradas principalmente do lado direito do tórax. “Foi de uma frieza estúpida”, disse o atendente do necrotério, Felipe Barela. Segundo ele, cabeça e membros foram separados com cortes cirúrgicos, o que denota tempo e paciência. O instituto está à espera de outras partes do corpo, para um exame mais detalhado, já que o reconhecimento da mãe, feito pelas roupas, não é oficial. Se o crânio da menina for encontrado, a liberação do corpo pode ser feita depois de um exame da arcada dentária. Se não, será necessário um exame de DNA, cujo resultado leva 60 dias.

“Eu estou morto por dentro”

“Eu estou morto por dentro. Não sinto nada. Estou me tremendo e não como desde que isso começou”, disse o pai de Maisla, Nerivan Pereira dos Santos, que trabalha consertando relógios em uma feirinha no Igapó. É de lá que ele tira o sustento da família e era onde ele estava quando a menina sumiu.

Maisla tem uma irmã mais nova, com oito anos, e segundo o pai, nenhuma das duas jamais deu trabalho em casa. “Minha filha era a criança mais doce do mundo”, disse. Nerivan conta que as brincadeiras das crianças tinham como espaço apenas a calçada de casa e que por isso estava sempre às vistas de toda a família.

A filha mais velha era aplicada aos estudos. Estudava na escola estadual Padre José Maria Biezinger, a poucas ruas de casa, e que ontem esteve fechada por todo o dia, em sinal de luto. Outras escolas do bairro Jardim Lola, onde a garota morava, também não abriram, nem no turno da noite.

“Ela acordava todo dia às 6h30, e ela mesmo engomava as roupas. Não queria nem tomar café para ir para a escola”, contou Nerivan. Ontem, os moradores da rua Aluízio Alves, onde fica a casa da família estavam estarrecidos. A comunidade é palco frequente da violência. O tráfico e tiroteios são até comuns, mas ninguém ali imaginava vivenciar tamanha barbárie. “Estava todo mundo aqui ajudando a procurá-la. Até na maré a gente foi. A rua ontem parou. A gente aqui vê tiroteio todo dia, mas uma coisa dessas que fizeram com ela é terrível”, disse uma menina que não quis se identificar.

Para o pai, o responsável pelo crime não é uma pessoa normal, e cobrou a prisão do assassino. “É um monstro. Não foi homem quem fez isso com minha filha”, disse Nerivan. O comerciante ressaltou que a filha era desprovida de qualquer malícia, e por isso, fácil de ser enganada por alguém. “Ela não tinha a maldade que outras crianças têm. Se alguém ofereceu ajuda, é capaz de ela ter aceitado”, contou. Isso porque, testemunhas disseram à família que viram a menina empurrando a bicicleta com a corrente quebrada, a caminho do trabalho do pai.
FONTE - ww.tribunadonorte.com.br

segunda-feira, 11 de maio de 2009

PROG. CONVERSANDO COM JOSÉ MARIA 09/05/2009

NO ÚLTIMO SÁBADO DIA 09 DE MAIO, O PROG CONVERSANDO COM JOSÉ MARIA ENTREVISTOU O PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE NÍSIA FLORESTA O VEREADOR EUGÊNIO GONDIM, ELE FALOU SOBRE ALGUMAS POLÊMICAS ENVOLVENDO A CASA LEGISLATIVA QUE NO SÁBADO PASSADO FORAM RESSALTADAS PELO TAMBÉM VEREADOR JAIME HOLLFMAM E RESPONDEU AS PERGUNTAS DOS OUVINTES QUE PARTICIPAVAM PELO TELEFONE. QUEM TAMBÉM ESTEVE VISITANDO O PROG. FOI O EX-VEREADOR ZÉ NILTON DE BARRA DE TABATINGA.





FALTA MERENDA NA REDE MUNICIPAL DE ENSINO EM NÍSIA FLORESTA.


Para o professor Cláudio Carvalho, a falta da merenda nas escolas do município de Nísia Floresta, é uma falta de planejamento.

"Os recursos da merenda são creditados pontualmente, portanto, o município não pode deixar acontecer um fato dessa natureza", disse o professor.

Nas Escolas Maria Dolores no Alto do Monte Hermínio e na Terezinha Leite, no Porto, segundo o professor Claáudio Carvalho, comenta-se que dois alunos desmaiaram de fome.

Segundo A professora Graça Alencar, o que falta é a realização de uma licitação para se poder adquirir o gêneros alimentícios.

Com a palavra, a Secretaria Municipal de Educação.
FONTE - Blog Daltro Emerenciano

terça-feira, 5 de maio de 2009

PARABÉNS!!!


NESTA SEGUNDA-FEIRA DIA 04 DE MAIO ANIVERSARIOU O NOSSO QUERIDO PROFESSOR JOSÉ MARIA QUE APAGOU MAIS UMA VELINHA, DESEJAMOS PAZ, SAÚDE E SUCESSO. SÃO OS VOTOS DE TODOS QUE FAZEM A FM EXECUTIVO 87,9.

domingo, 3 de maio de 2009

PROG. CONVERSANDO COM JOSÉ MARIA 02-05-2009

O PROG. CONVERSANDO COM JOSÉ MARIA ENTREVISTOU NO ÚLTIMO SÁBADO O VEREADOR JAIME, ELE FALOU DO SEU TRABALHO COMO VEREADOR EM NÍSIA FLORESTA E SEUS PROJETOS PARA O MUNICÍPIO.


Rádio ao Vivo Clique no PLAY